sábado, 18 de agosto de 2012

DE CASO COM A INSÔNIA







imagem Google











De caso com a insônia,
levantar-se da cama
pé ante pé, a quase
deslizar, só para
não te acordar.

À escrivaninha
pedir companhia e dizer
socorre-me senão morro
enquanto o seu corpo
não ver, tocar, desenhar...

E estando só, digita:
amor eu sinto você aqui,
presente, infinita
não sai da cama
que já volto a te amar!

[que loucura é essa
M. Henri?]


(Robério Matos)

3 comentários:

  1. A Loucura de Amar Meu Amor...te amoooooo

    ResponderExcluir
  2. A Loucura de Amar ...Meu Amor e eu te Amooooooo

    ResponderExcluir
  3. Marta Henrique MATOS, minha amada, minha breve mulher; meu TUDO!
    Sou maluco por você, meu grande amor!

    ResponderExcluir

Muito obrigado! Seu gentil comentário nos estimula a seguir adiante.

Carpe diem!